Mercado: Toyota apresenta a Nova Hilux 2021


A Toyota apresenta a Nova Hilux 2021 com um design renovado. A picape produzida na fábrica de Zárate, na Argentina, e exportada para 23 mercados da América Latina e Caribe, chega à rede de concessionárias do Brasil a partir de 26 de novembro.  Versátil, a Nova Hilux 2021 segue disponível nas mais diferentes configurações, desde a versão Chassi, de cabine simples, até a topo de linha SRX, de cabine dupla, na motorização diesel, todas 4×4; enquanto a motorização flex segue contando com as versões SR 4×2, SRV 4×2 e SRV 4×4.

O novo design da Hilux é mais moderno, com mudanças nos faróis dianteiros, grade e para-choques. Internamente, dentre as principais mudanças, está o equipamento de áudio, agora integrado ao painel de instrumentos. Todas as versões cabine dupla da Hilux estão equipadas com um sistema de áudio touchscreen de 8" com conectividade.

Em relação à segurança, toda a linha Hilux 2021 está ainda mais equipada, com as versões Cabine Simples agora contendo controle eletrônico de estabilidade VSC, assistente de subida HAC, controle eletrônico de tração A-TRC e luz de frenagem emergencial automática. A grande novidade, porém, é o pacote de segurança ativa - Toyota Safety Sense - disponível na Hilux SRX, com sistema de pré-colisão frontal PCS, sistema de alerta de mudança de pista LDA e cruise control adaptativo ACC.

Por sua vez, todas as versões da Hilux receberam melhorias destinadas a otimizar o conforto de condução. Em relação ao desempenho, o motor 2.8L diesel teve aumento de potência de 15% e agora rende 204 cv. As versões flex seguem com o eficiente propulsor 2.7L Dual VVT-i de 16V de 163 cv quando abastecido com etanol e 159 cv quando abastecido com gasolina.

Todas as versões da Hilux receberam melhorias destinadas a otimizar o conforto de condução.
Nas versões cabine dupla, isso foi possível por meio de um novo design de suspensão focado nos amortecedores e molas. A versão SRX, por sua vez, possui novos amortecedores de maior diâmetro +6,7% em comparação com a anterior com uma afinação especialmente orientada para o conforto.

Em todas as versões foram adicionadas buchas com novo design na junção das molas com o chassi e foram adicionados novos suportes de cabine, que proporcionam maior rigidez lateral e também reduzem o nível de vibrações transmitidas à cabine.

Todas essas melhorias permitem uma melhor absorção das vibrações geradas pelas irregularidades da estrada e, consequentemente, maior conforto a bordo.


Para superar as expectativas dos clientes, a Hilux SRX conta agora com bancos dianteiros com sistema de ventilação, o que contribui muito para o conforto em locais de clima quente.

As versões SRX e SRV incorporam sensores de estacionamento dianteiros e traseiros que facilitam as manobras em espaços confinados e contribuem para a segurança.

O já completo computador de bordo com tela de 4,2" versões SRX, SRV e SR possui duas funções adicionais: o indicador digital de velocidade e o indicador de posição das rodas dianteiras. Esta última função exibe uma referência de qual é a posição das rodas dianteiras com três ângulos diferentes.

Todas as versões cabine dupla da Nova Hilux 2021 possuem agora mais conectividade. Os ocupantes das versões SRX, SRV e SR, diesel e flex, que já usufruíam de um sistema multimídia com tela de 8" sensível ao toque com sistema de navegação GPS integrado, TV Digital últimos dois itens somente disponíveis para as versões SRX e SRV, rádio MP3, câmera de ré, entrada USB e conexão Bluetooth®, passam a contar também com conexão para smartphones e tablets através do espelhamento Android Auto® e Apple CarPlay®.

A versão Standard Power Pack está equipada com display áudio com tela de 8" sensível ao toque com rádio com MP3, entrada USB, conexão Bluetooth® e também conexão para smartphones e tablets através do espelhamento Android Auto® e Apple CarPlay®.

Por sua vez, a versão SRX possui um sistema de áudio JBL® premium com seis alto-falantes, 2 tweeters e 1 subwoofer, trazendo ainda mais requinte ao modelo.

Os modelos da linha 2021 da Hilux seguem equipados com motores diesel e flex. No entanto, a grande novidade é o aumento de 15% de potência do propulsor 2.8L 16V diesel, que passa agora a gerar 204 cv. Além disso, o torque para os modelos dotados de transmissão automática de seis velocidades sequencial também cresceu 11%, gerando agora 50,9 kgfm a 2.800 rpm. As Hilux equipadas com câmbio manual de seis velocidades Chassi, Cabine Simples e Standard Power Pack mantêm o torque de 42,8 kgfm a 3.400 giros.

Esse novo patamar de desempenho foi possível com a incorporação de um turbo maior, no qual as pás da turbina estão 25% maiores. Outra melhoria de desempenho foi a incorporação de uma válvula solenoide na direção, que contribui para um andar mais suave em baixa velocidade e que vai enrijecendo conforme aumenta-se a velocidade.

Os engenheiros da Toyota ainda aprimoraram a eficiência térmica e o nível de resfriamento do propulsor 2.8L com redução no atrito entre os materiais.

As transmissões para os modelos diesel são automática de seis velocidades sequencial para as versões SRX, SRV e SR e manual de seis velocidades para as versões Standard Power Pack, Cabine Simples e Cabine Chassi.

As versões flexfuel trazem o motor Dual VVT-i Flex 2.7L 16V DOHC, especialmente projetado para o mercado brasileiro. O grande diferencial é a tecnologia de duplo comando de válvulas variável Dual VVT-i, que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível de maneira inteligente. As versões flex da picape média apresentam 163 cv de potência a 5.000 rpm, quando abastecidos com etanol, e 159 cv, também a 5.000 giros, com gasolina.

São três versões dotadas de transmissão automática de seis velocidades sequencial: SRV 4×4, SRV 4×2 e SR 4×2.

As versões diesel SRX, SRV e SR e a versão SRV 4×4 flex da nova Hilux apresentam diferencial de deslizamento limitado eletronicamente LSD automático. Quando este sistema é ativado, o freio é aplicado à roda com a menor aderência - sem limitar o rendimento de potência do motor - transferindo a força de tração para a roda com a maior aderência.

da Redação | 19/11/2020

Últimas notícias

25/11/2020

Mercado: Toyota apresenta a Nova SW4 2021

24/11/2020

Segurança: Tecnologia ajuda a salvar vidas nos veículos Nissan

23/11/2020

Mercado: Camaro completa 10 anos no país

17/11/2020

Mercado: Fábrica do BMW Group em Manaus amplia capacidade de produção