dirija veículos
ariel automóveis
mercado livre

Mercado: Cinza passa a ser cor preferida de carros na Europa



Quem disse que a cor cinza é antiga e sem graça? Pois agora ela está em alta e tem sido a preferida de pessoas conectadas com o mundo da moda, que estão adotando o tom em seus cabelos, na decoração de ambientes e até em seus carros.


Celebridades, incluindo a cantora Rihanna e a atriz e modelo Cara Delevingne, estão tingindo suas madeixas de cinza. A hashtag GrannyHair Cabelo da Vovó tem mais de 250 mil posts no Instagram e a modelo Lyn Slater, de 63 anos, que exibe cabelos cinzas naturais, seguiu o passo das supermodelos Cindy Crawford, Claudia Schiffer e Naomi Campbell e assinou um contrato com a prestigiosa agência de modelos Elite.


Mas o cinza não está conquistando apenas o circuito da moda. A cor também tem sido a preferida dos consumidores da Ford na Europa, tirando o primeiro lugar do branco, que ocupou o topo do pódio no ano passado. A fabricante oferece atualmente oito diferentes versões de cinza para consumidores do mercado europeu, mas já contou com mais de 50 tons de cinza em todo o mundo desde a década de 1990.

Segundo Adília Afonso, supervisora de Design da Ford América do Sul, o cinza começou a ganhar destaque por aqui no ano passado, principalmente no mercado de tintas imobiliárias, e a tendência também se aplica aos carros. "Uma cor neutra permite brincar com móveis e acessórios mais coloridos. Além disso, dependendo da tonalidade, o cinza traz sofisticação ao ambiente. Não é à toa que o interior de nossos automóveis varia de cinza médio até o preto", afirma.


Embora as vendas de modelos na cor cinza não ultrapassem as do branco, prata e preto, ela argumenta que o volume é interessante. "Diferentemente do mercado da moda, nos automóveis a cor cinza é inovada constantemente com pigmentos de efeito metálico e perolizado que valorizam o design da carroceria, destacando as áreas de luz e sombra", diz.


No Brasil, a Ford oferece hoje duas opções de cinza em sua linha: o cinza Ubatuba para o Focus e o cinza Moscou para Focus, Fusion, Edge e Ranger. Para se ter uma ideia de participação no mix de cores destes modelos, de janeiro a abril deste ano, 20% dos Focus vendidos tinham a cor cinza e, para a Ranger, o mix foi de 11,5%.


Segundo Adília, quando o mercado de automóveis começou a ficar saturado de branco, prata e preto, o consumidor procurou o cinza como opção entre as cores neutras. "É uma cor para quem não quer se destacar na multidão e, ao mesmo tempo, por ser atemporal, facilita a revenda do veículo. Cores neutras nunca saem de moda, podem até ter seu volume de vendas reduzido, mas é uma compra segura", comenta.


Mais que estilo e conforto, o cinza traz também conotações cerebrais, diz Laurie Pressman, vice-presidente do Pantone Colour Institute. "Pensativo e contemplativo, o cinza é a cor do intelecto. Nós chamamos o cérebro de massa cinzenta, associando essa cor com a busca da verdade, do conhecimento e da sabedoria".

nbsp;
da Redação | 16/05/2017