Mercado: Primeiro veículo 100% elétrico da Jaguar chega ao Brasil



A Jaguar lança seu primeiro modelo 100% elétrico, o SUV Jaguar I-PACE, no Brasil.  O modelo chega ao mercado brasileiro com preço inicial a partir R$ 437.000,00, o valor pode variar conforme a região do país.
As primeiras unidades a desembarcarem no País contam com um pacote de opcionais que inclui teto panorâmico fixo, rodas em aro 20 e smartphone pack, sistema que permite a sincronização de alguns aplicativos do celular com o veículo.

equipada com dois motores elétricos que desenvolvem 400 cv de potência e bateria de 90kW que oferecem autonomia de até 470 quilômetros com uma única carga, de acordo com o ciclo WLTP.
Extremamente ágil, o modelo elétrico traz torque instantâneo de 69,6 kgfm, força suficiente para levá-lo da imobilidade aos 100 km/h em apenas 4,8 segundos, desempenho digno de um superesportivo.
Para receber o I-PACE, e oferecer a melhor estrutura de pós-venda aos clientes do modelo, a rede de concessionárias Jaguar Land Rover de todo o Brasil está sendo devidamente preparada. Uma série de amplos programas de treinamento voltados a todos os seus funcionários, desde vendedores até os técnicos de oficina, estão sendo realizados pela Jaguar Land Rover.
Além disso, as concessionárias terão toda a estrutura física necessária para receber o modelo, incluindo uma unidade de carregamento de 7kW.
O novo Jaguar I-PACE oferece aos seus clientes um SUV extremamente prático, com desempenho de um superesportivo, amplo espaço interno, tecnologia avançada e design extremamente atraente.
Equipado com uma bateria íon de lítio de 90kWh formada por 432 células e ampla capacidade térmica, o modelo é capaz de sair da imobilidade e alcançar os 100km/h em apenas 4,8 segundos, além de possuir uma autonomia de rodagem de até 470 quilômetros de acordo com a WLTP. Tudo isso graças aos dois motores elétricos idênticos que enviam tração para as quatro rodas.
O carregador de 100kW permite aos clientes recarregar até 80% da bateria do I-PACE em até 40 minutos, situação ideal para uma viagem longa. Já quando carregado em um carregador padrão de 7kW, os 80% de carga são alcançados em 10 horas, ou seja, uma situação perfeita para o carregamento durante uma noite de sono.
"O I-PACE é um verdadeiro Jaguar, ao oferecer uma experiência de condução extremamente esportiva. Seu sistema de tração integral oferece aceleração instantânea em todos os tipos e condições de terrenos", afirma Mike Cross, engenheiro-chefe da Jaguar.
A combinação de tração nas quatro rodas, 400cv de potência e 69,6 Kgfm de torque instantâneo, característica inerente de um veículo 100% elétrico assegura que esse modelo de zero emissões tenha um comportamento esportivo em todas as situações.
O modelo é equipado com dois motores elétricos idênticos de ímãs permanentes, cada um com a função de gerar força para um eixo do veículo. Os motores são totalmente ajustados ao sistema de transmissão de velocidade única e ao diferencial do I-PACE, construídos para serem extremamente compactos. Ambos trabalham para gerar uma distribuição de força instantânea para as quatro rodas. Tal característica permite que o SUV adapte continuamente seu balanço dianteiro e traseiro, de acordo com as condições da estrada.
Concebido para ser um veículo elétrico de alto rendimento, o I-PACE oferece a seus clientes uma dinâmica de condução extremamente atraente, em um equilíbrio único entre controle, refinamento e praticidade. Para isso, a Jaguar colocou a bateria na posição mais baixa possível entre os eixos, de forma a proporcionar uma distribuição de peso 50:50 e um centro de gravidade 130 milímetros mais baixo que o F-PACE, o que reduz muito a rolagem da carroceria.
Os engenheiros da Jaguar substituíram um freio convencional por um freio elétrico no I-PACE. Isso proporciona ao sistema mais flexibilidade ao combinar a frenagem mecânica regenerativa com a tradicional, o que proporciona uma sensação de pedal consistente e precisa em todas as circunstâncias.

O I-PACE também permite que o condutor selecione entre níveis altos ou baixos de frenagem regenerativa para maximizar a eficiência e otimizar o alcance do veículo. Quando o modo regenerativo elevado é selecionado, ele efetivamente permite que o condutor experimente a condução intuitiva com um único pedal, pois a velocidade do modelo diminui conforme o pedal do acelerador é levantado, o que reduz a dependência do pedal de freio. Neste caso, uma força de frenagem regenerativa máxima de 0.4G pode ser alcançada.


da Redação | 20/05/2019

Últimas notícias

11/06/2019

Mercado: Novo Fiat Toro 2020 chega com novas versões de entrada

10/06/2019

Mercado: Nissan Frontier S ganha roda de liga leve como acessório original

07/06/2019

Mercado: Toyota e Subaru desenvolverão juntas plataforma para SUV elétrico

06/06/2019

Mercado: ANP institui programa para monitorar qualidade de combustíveis